RIP!: A Remix Manifesto (Brett Gaylor, 2009)

O primeiro filme que assisti no Festival do Rio é na verdade um manifesto disfarçado de documentário onde há uma discussão acerca da questão dos direitos autorais, além de toda a polêmica em cima da questão dos downloads ilegais, remixes ilegais e tudo relacionado a isso.

Claro que foi oferecido uma visão quase que unilateral (exceto por uma entrevista rápida com uma das representantes do Conselho de Direitos Autorais dos EUA), e também há uma certa dose de sensacionalismo a lá Michael Moore, mas não há como negar que há momentos interessantes e divertidos, especialmente nos créditos finais.

Claro que concordo com muito do que foi apresentado, mas estamos avaliando o filme, e não somente as propostas apresentadas nele.

2/4

Adney Silva

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Comentários

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s