Invasores de Corpos (Abel Ferrara, 1993)

Ca ra lho. Bom demais essa merda! Como falavam que esse era o menos Ferrara, tava esperando algo mais tradicional (mas ainda assim muito bom), não um dos melhores filmes de terror, sci fi, etc, de todos os tempos. E isso só é tradicional se comparado apenas ao próprio cara. Agora é oficial pra mim, ninguém filma melhor que ele. O que é a cena onde o Forrest Withaker é cercado por aqueles malucões? É sério, poucas vezes mesmo alguém conseguiu transportar tão bem essa sensação de exilio, de completo sufocamento, de frio na barriga quando enxerga a poucos centímetros uma mão que corre atrás de ti. É inquietante toda vez que um personagem caminha sozinho, ou é cercado em uma sala, ou perseguido em locais abertos, etc, por outros seres em um número maior que ele.

E fora que é genial demais a forma que tudo acontece. Não existe brutalidade ou coisas do tipo, é tudo através do sono. Não existe indicios de que essas “criaturas” realmente são uma ameaça, ou ameaça maior que nós, apenas a intimidação. Sugadores de emoções, e consequentemente o podre de cada um. Numa visão romântica onde sensações são talvez a maior razão para vivermos, é o fim de tudo abdicar delas, mas na visão mais fria, onde visam a igualdade de todos, seria o ideal, talvez.

A forma como tudo ocorre mostra que talvez eles estivessem muito mais preparados pra tomar conta do planeta, que o reflexo deles é algo bem menos doentio que o nosso, e é só ver a nossa forma de revide final.

Enfim, é demais mesmo.

4/4

Thiago Duarte

ou: Invasores de Corpos (Abel Ferrara, 1993) – Daniel Dalpizzolo – 4/4

Anúncios

9 Comentários

Arquivado em Comentários

9 Respostas para “Invasores de Corpos (Abel Ferrara, 1993)

  1. Rodrigo Jordão

    Hmmmm fiquei interessado. E porra, sempre via esse filme na locadora velha que fechou na rua de baixo, ainda em fitas VHS, e sempre ficava afim de alugar mas na última hora escolhia outro, ficava lendo a sinopse na contracapa, relendo, e a história não me convencia muito hahaha… Malditas sinopses que vendem mal o filme (ou será que eu que era um ruim interpretador de sinopses?).

  2. Luis Henrique Boaventura

    As duas coisas. :B

  3. Thiago Duarte

    :B

    Mas sinopse nem tem como interpretar se é boa ou não (a não ser em casos como uma buceta com dentes, de um filme que to baixando aqui, daí não pode ser ruim). Só me interessei por esse depois que descobri o Ferrara.

    E vai tranquilamente, é bem surtante. Eu não entendo como a forma que essas criaturas escolhem para acusar os humanos não seja referência do cinema do estilo, tipo o Jack Nicholson com a cabeça na porta em O Iluminado, ou a guriazinha vomitando em O Exorcista.

  4. Rodrigo Jordão

    Bem que eu queria, vai ver nem existe em DVD, e se existir obviamente que não tem em nenhuma locadora do meu município (ou do estado uheuha)

  5. Existe em DVD – e deve existir também em alguma loja online por um preço bem baixin.

  6. d.j.

    mais um filmaço do ferrarão roxxx!

    lição nº 1: não leia sinopses
    lição n° 2: existe em dvd, mas em full
    lição nº 3: thiago, o gara baixou o Teeth e assistiu, a nota foi a seguinte: 0/10, se fodeu [/nelson]

  7. Thiago Duarte

    grandes merda, o gara gosta de eraserhead e não acha à prova de morte tudo isso. [/nelson]

  8. d.j.

    tudo bem, mas ZERO é muita coisa [/festeiro pensante]

  9. porra esse filme é perfeitoo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s