Arquivo X: Eu Quero Acreditar (Chris Carter, 2008)

Talvez possa parecer contraproducente contextualizar Arquivo X, mas uma vez que essa resenha não pretende se direcionar apenas aos fãs do seriado, comecemos do princípio. Um dos seriados de maior sucesso de toda a História da televisão, Arquivo X acompanhou durante dez temporadas o trabalho de uma divisão do FBI destinada a investigar eventos supostamente sem explicação natural. Seus protagonistas, os agentes Fox Mulder e Dana Scully, tornaram-se ícones queridos de uma legião de fãs. A tensão sexual entre os dois, inclusive, foi um dos grandes motores do sucesso do programa.

E é provável que Chris Carter, o criador da série, e diretor/roteirista/produtor de Arquivo X: Eu Quero Acreditar, segunda adaptação do seriado para o cinema, tenha imaginado que o simples fato de rever Mulder e Scully juntos seria suficiente para arrebatar multidões novamente. Isso explicaria as falhas imensas que se espalham por todo o filme, a começar pelo próprio relacionamento entre os protagonistas, que não têm química, nem quando estão em paz, nem quando estão em conflito. A trama é bastante desinteressante, envolvendo vilões que não assustam nem cativam. Até certo ponto, se mantém o interesse por desvendar o grande mistério, mas falta controle ao roteiro, que se estende demais e aniquila plenamente com qualquer vontade que o espectador tenha de ir adiante.

No fim das contas, Arquivo X: Eu Quero Acreditar tenta criar clima entre Mulder e Scully e falha; tenta manter a platéia em suspense e falha; tenta dar alguns sustos e falha. Se ainda não ficou óbvio qual é a palavra que melhor descreve o filme, que fique então explícito: falha.

1/4

Marcelo Dillenburg

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Resenhas

3 Respostas para “Arquivo X: Eu Quero Acreditar (Chris Carter, 2008)

  1. Nunca assisti a sério nem o primeiro filme..
    E achei o trailer péssimo mesmo sem entender de nada da história.. aquele velhor gritando e com os olhos sangrando numa tentativa de susto com a trilha pesada?? rsrs o trailer jah foi o suficiente pra me distanciar deste filme…

    vlws

  2. Pois é, Sérgio, como fã da série, acabei me sentindo compelido a conferir. Mas acho que os fãs têm mais a ganhar guardando na memória as antigas aventuras do Mulder e da Scully.

  3. Felipe

    Eu gostei. Não conheço muito do universo da série (vi apenas a última temporada, que todos dizem ser a pior), talvez seja um dos fatores que me levam a gostar dos dois filmes, não ter como compará-los – comparação que provavelmente os diminuiria. Achei o filme pouco pretensioso, o que talvez seja bom, tem seus pontos negativos mas no geral achei bom e com alguns pontos bem interessantes. E apesar do subtitulo um tanto quanto estranho, resume perfeitamente o filme.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s